15 – ORELHAS :

Grandes, grossas em forma de ‘V’. Largas na base, estreitando-se na extremidade, arredondada, inserção inclinada, com o bordo anterior mais alto que o posterior, na parte mais posterior do crânio, na altura da linha média dos olhos, quando em repouso. Quando em atenção, a base eleva-se acima da inserção. Portadas caídas de lado ou dobradas para trás, mostrando o seu interior.

COMENTARIO :

Tendo o fila a pele solta, o crânio abaulado, orelhas grandes e grossas, sua inserção deve ser baixa, pelo efeito de seu peso. A mobilidade das orelhas, quando em repouso baixa e quando em atenção alta, exige atenção especial do observador, para não afirmá-las de má inserção.

DEFEITO :

Inserção alta, estando o cão em repouso, pequenas, finas, estreitas, operadas, não tendo a forma de ‘V’.